10 outubro 2005

ANP - Teste do combustivel

As respostas a seguir foram tiradas do site da ANP - link

1 | Como é feito o teste de teor de álcool ("teste da proveta") na gasolina

O teste de teor de álcool presente na gasolina, conforme disposto na Portaria ANP n.º 248, de 31 de outubro de 2000 é feito com solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) na concentração de 10% p/v, isto é, 100g de sal para cada 1 litro de água:

- em uma proveta de vidro de 100ml, graduada em subdivisões de 1ml, com boca esmerilhada e tampa, colocar 50ml da amostra de gasolina na proveta previamente limpa, desengordurada e seca;
- adicionar a solução de cloreto de sódio até completar o volume de 100ml;
- misturar as camadas de água e amostra por meio de 10 inversões sucessivas da proveta, evitando agitação enérgica;
- deixar em repouso por 15 minutos, a fim de permitir a separação completa das duas camadas;
- anotar o aumento da camada aquosa, em mililitros;
- a gasolina, de tom amarelado, ficará na parte de cima do frasco e a água e o álcool, de tom transparente, na parte inferior. O aumento em volume da camada aquosa (álcool e água) será multiplicado por 2 e adicionado mais 1, conforme consta na Portaria ANP 248/00.

O consumidor pode solicitar este ensaio no posto revendedor de combustível, conforme disposto na Portaria ANP n.º 248, de 31 de outubro de 2000 .

2 | Como tentar evitar o abastecimento do veículo com combustível adulterado

Exija sempre a nota fiscal para garantir o conhecimento da origem do combustível em seu tanque. Além disso, podem ser verificadas outras obrigações do posto, tais como: placa da ANP visível com o telefone do Centro de Relações com o Consumidor (0800 900 267), bandeira do posto, marca da distribuidora no caminhão que abastece o posto igual à informada na bomba.

Também é possível solicitar ao posto revendedor de combustível que faça o "teste da proveta", que verifica o teor de álcool na gasolina. Esse teste é obrigatório, conforme a Portaria ANP n.º 248, de 31 de outubro de 2000 .

3 | O que fazer se há suspeita de adulteração

Denunciar o posto revendedor de combustível à ANP na seção Fale com a ANP ou pela Central de Atendimento 0800 900 267 (ligação gratuita). Para registrar a sua denúncia, necessitamos do maior número de informações possível sobre o agente econômico, como CNPJ, razão social, endereço, distribuidora, e a descrição do ocorrido. Para isso, é importante ter a nota fiscal.

Mesmo que o posto não seja fiscalizado imediatamente, ou não seja comprovada a adulteração quando ocorrer a fiscalização, as denúncias recebidas, o Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis , além das informações dos Procons, do Ministério Público, da Polícia e de outros órgãos, ajudam a direcionar as ações e estabelecer os roteiros da fiscalização da ANP em todo o país.

[mais respostas disponíveis no site]

2 Comments:

At 1:26 PM, Blogger Dinha said...

COMO SEI SE ALCOOL É ADUTERADO OU NÃO...HÁ POSSIBILIDADE DE FAZER TESTE DA PROVETA NO POSTO ? cOMO SERIA ESTE TESTE?

 
At 1:26 PM, Blogger Dinha said...

COMO SEI SE ALCOOL É ADUTERADO OU NÃO...HÁ POSSIBILIDADE DE FAZER TESTE DA PROVETA NO POSTO ? cOMO SERIA ESTE TESTE?

 

Postar um comentário

<< Home